domingo, 23 de fevereiro de 2014

DAKINI NÚCLEO DE DANÇAS - RS

Inspirações - GRUPOS & Cias Brasileiros - Dakini Núcleo de Danças
Dakini Danças Femininas - Bento Gonçalves RS - Professora Claudia De Marco | Grupo de bailarinas e professoras de dança de Bento Gonçalves e Garibaldi (RS), que amam as danças árabes, ciganas, orientais, tribais, flamencas e tudo do gênero.


Breve histórico do Grupo - O grupo Dakini de iniciou suas atividades em 2001 sob a direção da professora Tati Cattani. Um trio de bailarinas sentiu a necessidade de obter experiência de palco e divulgar a Dança do Ventre e o Folclore Egípcio em Bento Gonçalves, lutando contra o preconceito em torno destas artes milenares, tão distorcidas pelo ocidente, que ainda as associa ao erotismo e a vulgaridade. A primeira apresentação foi em Maio de 2002, e a partir daí, para públicos pequenos, festas particulares e eventos municipais e regionais. A partir de 2004 o grupo passou a participar de concursos e demais eventos de dança pelo Estado, obtendo experiência e sendo premiado nos festivais de Lajeado, Bento Gonçalves, São Leopoldo e Festival de Dança do Ventre do Rio Grande do Sul. Neste período, trabalhávamos com a Dança do Ventre e o Folclore Árabe, com ênfase nas danças egípcias.

A partir de 2007, através de workshop realizado com a professora Karina Iman, o grupo inicia seus estudos sobre o estilo Tribal, experimentando na Dança as fusões étnicas da World Music, utilizando o vocabulário de movimentos da Dança do Ventre, Folclore Árabe, Danças havaianas, beduínas, Indianas e Flamenco, aliados as técnicas respiratórias da Yoga.
Atualmente sob a direção da professora Claudia De Marco, o grupo mantém seus objetivos iniciais: Ensinar e divulgar a essência das Danças de Origem Milenar, devolvendo as mulheres o direito da dança solo, suprimido na quase totalidade do ocidente. Dançar sem sapatos, sem couraças e proporcionar a convivência das mulheres entre si, trocando experiências. Valorizamos tais artes como forma de expressão da Alma de meninas e mulheres, lutando contra o "esmagamento da natureza instintiva feminina" (descrito por Clarissa Pinkóla Estés) que ocorre devido as crescentes exigências profissionais e ao ritmo frenético da vida urbana de nossos dias.

Em Outubro de 2009, o grupo apresentou sua primeira coreografia de Dança Tribal no Festival de Danças do Mercosul - Bento em Dança, obtendo o 1º lugar no gênero Folclore de Projeção, trio adulto.


Mais fotos no álbum: Inspirações - SUL
Visite e curta: Nossa Tribo & Nossa Dança