sexta-feira, 15 de maio de 2015

ESTUDOS - SÍMBOLO DOS VIAJANTES DO DESERTO

SÍMBOLOS DOS VIAJANTES DO DESERTO

Magia, medicina, estética, o que motivava o povo Berbere a marcar seus corpos? Uma coisa é certa, a sua prática remota ao período pré-islâmico.

Embora a "Ayacha" (aquele que dá a vida) seja proibida pelo Islã, esta é a tatuagem mais comum entre aqueles povos. Ela tem como característica a marcação no meio da testa, separando os dois lados do rosto, muitas vezes seguindo para além do umbigo.

No livro de Eric Le Braz, existem relatos de desenhos que foram feitos para expressar a dor pela perda de seus maridos na guerra, para curar dores de cabeça, proteção, entre outros motivos.

Você consegue identificar a região das mulheres mais velhas pelo número de tatuagens da sua testa/cabeça, inclusive a identificação pode ser feita através dos símbolos de reconhecimento.

Os símbolos podem ter vários significados, dependendo da origem da pessoa, segue um levantamento de pesquisadores:

- O espiral simboliza a harmonia eterna.
- O círculo representa o absoluto.
- Duas linhas representam a dualidade entre o bem e o mal que estão adormecidos dentro de cada um (Equilíbrio).
- O sinal de mais + (adição) representa o olho de Deus, a estrela cuja luz guia o homem no meio da noite.
- A cruz simboliza as duas pernas ou ambos os braços do homem.  Mell Borba
 

 
Publicado na Fanpage Estudos Etno-culturais de Mell Borba.
Postagem feita aqui.

Mell Borba ainda indica o seguinte vídeo:

E livro