sábado, 21 de março de 2015

LIVROS - JOIA RARA, o diário de uma aprendiz

Livro de Simone Martinelli, do Blog Ventre em Ebulição:

'A Dança do ventre revive nossas raízes, desvela nosso feminino, ressalta nossa auto-estima. Ao iniciarmos o aprendizado da dança, logo nos deparamos com ele, o espelho. Algumas de nós já estamos acostumadas a usá-lo, outras nem tanto, porém na aula, ele será seu mais fiel companheiro. Através dele, começamos a nos redescobrir, ficamos de frente com o nosso corpo em movimento, observamos nossas dificuldades, admiramos nossa beleza, contemplamos o nosso feminino. Depois de um tempo, em algumas de nós surgem várias autocríticas, inseguranças, inveja e conforme o tempo vai passando e nossa dança vai se desenvolvendo, tudo começa a ficar ainda pior, o ego, o estrelismo, a falsidade, o egoísmo. Quem nunca se deparou com uma bailarina de dança do ventre “metida”? Algumas mulheres vão ao limite, passando por cima uma da outra, sem nenhum respeito pela dança, é como se elas fossem às próprias Deusas encarnadas e os humanos têm obrigação de cultuá-las, o superego entra em ação. E é aí que entra o auto-conhecimento, a dança abre a nossa caixinha de Pandora. (Segundo o mito, Zeus para se vingar, criou Pandora, a primeira mulher, e enviou-a a Epimeteu, que a deveria tomar como esposa. Contrariamente ao que o irmão, Prometeu, lhe tinha aconselhado, Epimeteu aceitaria este presente vindo do Olimpo. Infelizmente, Pandora viria também com um objeto, uma caixa, no qual estavam contidos todos os males, dos quais a humanidade estava ainda liberta. Vítima da sua curiosidade, esta primeira mulher abriria a caixa libertando todos os males e deixando, curiosamente, um simples dom por libertar - a esperança.) O auto-conhecimento é fundamental para desenvolver o amor por si mesma e fortalecer a auto-estima. É muito difícil alguém se conhecer interiormente quando a busca está sempre no externo e se autoconhecer sem saber quais são seus males é uma tarefa quase fantasiosa. Quando conseguimos reconhecer quais são nossos pontos negativos podemos mudá-los e com isso crescer como pessoa, só reconhecermos a luz quando sabemos o que é a sombra. A dança do ventre abre as portas para que esse processo aconteça tanto para reconhecer os pontos negativos quanto os positivos. É um aprendizado que exige perseverança, confiança e a esperança de que com o tempo, você saberá exatamente quem é o que quer, mas acima de tudo, você será realmente você!'


DOWNLOAD GRATUÍTO - AQUI ou pelo SCRIBD.


Para quem ainda não usou o 4shared, algumas instruções:

- Ao abrir o link, vocês deverão clicar em DOWNLOAD NOW. 

- Abre-se outra tela com uma contagem regressiva de 20 segundos. Vocês devem esperar essa contagem, e depois clicar em baixar agora. Prontinho!