terça-feira, 18 de agosto de 2015

HISTÓRIA DO TRIBAL - PARTE 2

Tema: Carolena Nericcio, ATS® e FCBD® - Por Rebeca Piñeiro
Na História do Tribal – Parte 1, falamos sobre Jamila Salimpour e seu grupo Bal Anat, sobre Masha Archer e sua importante influência no estilo. Nossa viagem ao tempo parou citando um nome que é a origem do que conhecemos hoje como Tribal: Carolena Nericcio.
Estudante e amante de moda, Carolena, considerada mãe do estilo Tribal, estudou “Belly Dance” (como era nomeado o estilo na época) com Masha Archer por 7 anos de forma intensa e admirava Masha em quase todos os sentidos, exceto por sua falta de flexibilidade para novas mudanças. Esse foi um dos motivos pelo qual começou a ministrar aulas em São Francisco em meados dos anos 80 após o término do grupo que integrava liderado por sua mestra Masha, o “San Francisco Classic Dance”.
Carolena manteve em suas aulas a postura altiva, ideias dos trajes e alguns movimentos como “hand floreo” e ” camel walk” entre outras características de Masha, modificando principalmente a forma de improvisar, quantidade de pessoas dançando juntas e a comunicação entre as dançarinas dentro e fora dos palcos. Nasce então o FCBD®FatChanceBellyDance® que seria mais para frente titulado como ATS®, sigla para AmericanTribalSyle®, estilo com movimentos inspirados em danças folclóricas do Oriente Médio e da Índia. Esteticamente o ATS® é baseado na riqueza de têxteis e jóias do norte da África e Índia. ATS® é um método de improviso coordenado em grupo, usando um vocabulário de movimentos naturais e senhas permitindo que os bailarinos se comuniquem com gestos ao dançarem juntos.
Sua personalidade sempre foi considerada difícil e isso poderia acabar ou fortalecer seu grupo ainda mais, porém, Carolena sempre foi muito respeitada e admirada por muitos, deixando seguidores e interessados em aprender seu estilo por onde o apresentasse.
Após ser diagnosticada com Esclerose Múltipla, Carolena decidiu dedicar-se ao ATS® em tempo integral e deu inicio ao projeto de registrar os fundamentos do estilo desenvolvido por ela em DVDs didáticos, DVDs de shows de seu grupo FCBD®, firmou parcerias com músicos e ainda hoje investe em registrar o máximo que puder sobre o estilo desenvolvido por ela que hoje é conhecido ao redor do mundo. Vegana e amante de exercícios, Carolena cuida da saúde se alimentando apenas de comidas que não tenham origem animal e frequenta academia regularmente. Essa rotina faz com que a mãe do Tribal esbanje saúde, beleza e ótima energia aos seus “50 e poucos anos”.
Carolena Nericcio é hoje um nome sinônimo de estilo tribal na subcultura americana. Em entrevista exclusiva, Carolena fala um pouco mais sobre sua criação, seus pontos de vista sobre o Tribal nos tempos de hoje e planos futuros. Clique aqui para conferir a entrevista exclusiva para os leitores da Shimmie que tive a honra de fazer durante minha viagem aos EUA em novembro de 2012 para me formar Sister Studio FCBD® com esta mulher admirável.
Na História do Tribal- parte 3, iremos entender “como” e “porque” o ATS® é base para o Tribal Fusion e falaremos mais sobre este tão misterioso e instigante estilo de dança.
Fontes:
Visite e curta: Nossa Tribo & Nossa Dança