quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Músicas para o Estilo Tribal Americano

MÚSICA PARA O ESTILO TRIBAL AMERICANO 
Por Carolena Nericcio, tradução de Lilian Kawatoko

  • 1. SOBRE RÍTMOS 6/8 E 9/8? 

Se tratando de músicas lentas não faz diferença. Exceto pelo fato de um 6/8 se tornar uma música extremamente lenta [...] Mas em termos de músicas rápidas não funciona. Bem no começo do desenvolvimento do ATS eu tentei dançar ritmos rápidos que não fossem 2/4 e 4/4. O que acontecia é que eu acabava dançando passos na contagem de 2, 4 ou 8. Então o fato de dançar em 6 ou 9 tempos significava que em todas as tentativas você iria acabar com o pé errado. A alternativa seria criar novos passos para os tempos 6/8 e 9/8. Eu escolhi os passos perfeitos que nós tínhamos e deixei a criação para outra fase da minha vida. A apenas uma exceção nisso, desde que 6 possa ser dividido por 2, você pode usar passos simples que tenham a contagem em 2, como shimmy ou arabic para algumas músicas. Mas você tem que ter certeza que está “sentindo” os passos rápidos e o toque do snuj (R l r) não pode ser usado, pois a contagem dele é 4. 

  • 2. COMO USAR MÚSICAS CLÁSSICAS EGÍPCIAS? Na maioria das vezes não. Um dos grandes erros durante o desenvolvimento do estilo tribal é que podemos usar qualquer tipo de música. Algumas músicas não são adequadas para o ATS, tem muita mudança de tempo. São para uma dança solo, não para um grupo. Também, as músicas clássicas egípcias são feitas para demonstração de emoção em certas frases, o que não acontece no Tribal. Nós mostramos uma emoção consistente de felicidade pelo sorriso, mas não fazemos uma intenção maior com a cabeça para o lado, não olhamos para baixo ou para o teto. Nós mantemos contato visual com as outras dançarinas, mas não prolongamos isso com o público [...] No entanto algumas peças clássicas serão trabalhadas no estilo tribal, especialmente se a parte lenta ou rápida for bem definida [...] Você pode aprender muito ouvindo e assistindo dança e música clássica egípcia. Mas se você tentar aplicar no tribal você entenderá porque não funciona. 


  • 3. VOCÊ PODE PERFORMAR UMA MÚSICA DE ORAÇÃO? Não é uma boa ideia. Mas depende das circunstâncias. É sempre bom saber do que a música trata e quem irá dançá-la e tomar cuidado para não desrespeitar ninguém, você certamente irá escutar e se inspirar, mas use com cautela. 


  • 4. SOBRE TECHNO E MÚSICA ELETRÔNICA? A maioria funciona bem. Mas demais pode tirar o sabor da dança. Eu recomendo usar esporadicamente, como músicas especiais. 


  • 5. O QUE É LENTO E O QUE É RÁPIDO?

O conceito de lento e rápido é sobre tempo e sentimento (feeling). Simplificando, uma música lenta para o tribal pode ser uma música com tempo meditativo como solo de flauta NAI sem batida, com tempo e feeling lentos... E quando há uma batida em uma música lenta não significa que ela ficou rápida. O lento dramático tem outro conceito, um exemplo é o 6/8 que não chega a ser uma música rápida, como se você estivesse nadando, mas empolgado. Para reconhecer uma música rápida é muito simples. Se você consegue fazer um shimmy, arabic ou um básico egípcio sem perder o tempo, é uma música rápida [...]. Em alguns momentos irão aparecer batidas rápidas em músicas lentas e momentos lentos em músicas rápidas e aí vai do seu feeling (sentir) artístico tomar a melhor decisão. 

MÚSICAS SUGERIDAS PARA TREINO: Helm, Muse Melodic, Itneen, catálogo do site FCBD

Texto em inglês para download.