domingo, 20 de setembro de 2015

Tribal Bellydancer - artigo traduzido

Utilizando o Google Translator: https://translate.google.com.br/

A Dança do ventre tem em torno de milhares de anos, mas foi só recentemente que o termo "dança do ventre tribal" foi introduzido. A dança Tribal é um estilo de dança do ventre que muitos acreditam que se originou na Califórnia na década de 1960 com Jamila Salimpour e sua trupe Bal Anat. Elas usam o vocabulário clássico de movimentos de dança do ventre e música de dança do ventre tradicional do Oriente Médio. O figurino é uma mistura eclética de roupas que incorporava influências folclóricas do Oriente Médio, Índia, Ásia Central e Norte da África. (Para obter descrições dos movimentos bellydance clássicos - clique aqui)

Na década de 1980, Carolena Nericcio desenvolveu o estilo de dança do ventre de Jamila com uma coreografia improvisada de grupo, e através do FatChanceBellyDance popularizou o termo "dança do ventre tribal" (ou "dança do ventre tribal americano"). Um elemento definidor de dança do ventre tribal americano é que é quase sempre executada como um grupo ou trupe, não em solos.

Na década de 1960, quando um grande número de mulheres norte-americanas Dança do ventre começou a praticar nos Estados Unidos, a maioria das pessoas simplesmente chamou de ... dança do ventre. Naquela época, a maioria dos bellydancing foi modelado após os artistas da dança do Oriente Médio o que trouxe para discotecas deste país e foi também influenciou por filmes de Hollywood e programas de TV.

Como o passar do tempo, mais bellydancers e professores americanos impressa individualmente Suas interpretações sobre sua forma de arte improvisada e desenvolvido novos estilos. No entanto, o estilo de dança do ventre mais reconhecido, então e agora, é chamado de 'cabaret' (ou 'cabaret americana', 'boate' ou 'clássica') bellydance. Como dança do ventre tribal, dança do ventre cabaré é baseado na dança do ventre tradicional vocabulário movimento e música, mas o figurino é chamativo geralmente mais do que folclórica, ea dança é na maioria das vezes (mas nem sempre Certamente) Executado somente. (Para obter descrições dos principais estilos de dança do ventre)

Hoje, bellydance continua a evoluir e alguns estilos modernos estão se tornando tão fundido com Movimentos e elementos de outras formas de dança (dança de fusão), que eles não são mais bellydancing autêntico, mas algo completamente novo. Este é, naturalmente, a evolução que experimentar todas as formas de arte ao longo do tempo, eo tempo dirá Qual destes novos estilos que vai florescer e vai desaparecer.


O que tem resistido ao teste do tempo é bellydance clássico. Todos os estilos autênticos de dança do ventre são baseadas no vocabulário dos Movimentos bellydancing tradicionais, e apesar das variações de figurino, música e coreografia, autêntico Tenha mais semelhanças do que diferenças Bellydancers. Se cabaret, tribal, Oriente Médio, ou estilo americano, verdadeiros bellydancers todos pertencem à mesma tribo - uma tribo que celebra a vida e comunidade Através da nossa linguagem compartilhada de movimentos bellydance clássicos.



Tribal Bellydancer
Bellydancing has been around for thousands of years, but it was only recently that the term ‘tribal bellydance’ was introduced.  Tribal bellydance is a style of bellydancing that many believe originated in California in the 1960’s with Jamila Salimpour and her belly dance troupe Bal Anat.  This bellydance style uses the classic movement vocabulary and music of traditional Middle Eastern bellydance. The costuming is an eclectic mix of folkloric clothing that incorporates influences from the Middle East, India, Central Asia and North Africa. (For descriptions of classic bellydance moves)

In the 1980’s, Carolena Nericcio further developed Jamila’s belly dance style with a cue-and-follow type of improvised group choreography, and it is her troupe FatChanceBellydance that popularized the term ‘tribal bellydance’ (or ‘American tribal bellydance’).  A defining element of American tribal bellydance is that it’s almost always performed as a group or troupe, not as a solo.

In the 1960’s, when large numbers of American women first started practicing bellydancing in the United States, most people simply called it…bellydance.  At that time, most bellydancing was modeled after the Middle Eastern entertainers who brought the dance to this country’s nightclubs and it was also influenced by Hollywood movies and TV shows.

As time went on, more American bellydancers and teachers imprinted their individual interpretations on this improvised art form and new styles developed.  However, the most recognized belly dance style, then and now, is called ‘cabaret’ (or ‘American cabaret’, ‘nightclub’ or ‘classic’) bellydance.  Like tribal bellydance, cabaret bellydance is based on the traditional belly dance movement vocabulary and music, but the costuming is usually more glitzy than folkloric, and the dance is most often (but certainly not always) performed solo. (For descriptions of the major styles of bellydance)

Today, bellydance continues to evolve and some modern styles are becoming so fused with movements and elements from other dance forms (fusion dance) that they’re no longer authentic bellydancing, but something completely new.  This is the natural evolution that all art forms experience over time, and time will tell which of these new styles will flourish and which will fade away.

What has stood the test of time is classic bellydance.  All authentic styles of bellydance are based on the vocabulary of traditional bellydancing movements, and despite the variations of costuming, music, and choreography, authentic bellydancers have more similarities than differences. Whether cabaret, tribal, Middle Eastern, or American style, all true bellydancers belong to the same tribe – a tribe that celebrates life and community through our shared language of classic bellydance moves.